My life was lost on you.
Bem Vindo(a)
Ah, Deus, me ajuda, por favor. Você não sabe quanto tempo faz que eu tento em vão, todo dia eu me esforço tentando mudar, mas alguma coisa sempre me empurra pra baixo. É verdade. Não me deixe só aqui, sem amor. Não me deixe, Senhor.
Cazuza. (via com-versos)
Posted 7 September 2014, 2 weeks ago | 73,191 notes | reblog this post
(originally c-a-n-a-r-i-o / via vendo-poesia)
Às vezes me pergunto se existe algo de errado comigo.
50 Tons de Cinza.   (via ofuscador)
Posted 7 September 2014, 2 weeks ago | 34,967 notes | reblog this post
(originally cogitador / via ofuscador)
Posted 7 September 2014, 2 weeks ago | 446,313 notes | reblog this post
(originally iamanuptowngirl / via moan-s)
Posted 7 September 2014, 2 weeks ago | 9,816 notes | reblog this post
(originally drobled / via vendo-poesia)
Se sentindo sozinho coração cansado de clamar, espera no Senhor e confia!
Posted 6 September 2014, 2 weeks ago | reblog this post
Quero sempre poder ter um sorriso estampando em meu rosto, mesmo quando a situação não for muito alegre. E que esse meu sorriso consiga transmitir paz para os que estiverem ao meu redor. Quero poder fechar meus olhos e imaginar alguém, e poder ter a absoluta certeza de que esse alguém também pensa em mim quando fecha os olhos, que faço falta quando não estou por perto. Queria ter a certeza de que apesar de minhas renúncias e loucuras, alguém me valoriza pelo que sou, não pelo que tenho. Que me veja como um ser humano completo, que abusa demais dos bons sentimentos que a vida proporciona, que dê valor ao que realmente importa, que é meu sentimento. E não brinque com ele.
Mario Quintana.  (via p-r-e-s-u-m-o)
Posted 4 September 2014, 2 weeks ago | 5,276 notes | reblog this post
(originally narcotizou / via p-r-e-s-u-m-o)

E se te falassem que eu morri?

Posted 1 September 2014, 3 weeks ago | 59,492 notes | reblog this post
(originally ohhh-gozei / via mordaessamaca)
Você nunca achará o arco-iris, se você estiver olhando para baixo.
Charles Chaplin  (via r-ruinas)
Posted 31 August 2014, 3 weeks ago | 14,034 notes | reblog this post
(originally vanglorias / via r-ruinas)
Um dia, ninguém vai lembrar que ela existiu, escrevi no caderno, e depois, que eu existi. Porque as lembranças também desmoronam. Então não nos resta nada, nem mesmo um fantasma, apenas sua sombra. No começo, ela tinha assombrado meus sonhos, mas, agora, apenas algumas semanas depois, já estava me escapulindo, desmoronando em minha lembrança e na lembrança de todos nós, morrendo novamente.
Quem é você, Alasca?  (via r-ruinas)
Posted 31 August 2014, 3 weeks ago | 18,406 notes | reblog this post
(originally hifens / via r-ruinas)
Posted 31 August 2014, 3 weeks ago | 2,976 notes | reblog this post
(originally versifica-r / via masoxente)

por que se você foi, não merecia estar aqui.

Tumblr dedicado aos meus sentimentos que por ventura não são poucos e nem normais.

Divirta-se ❤️


theme por nostalgia-surreal; base por amar-gura e memorias agridoces; alguns detalhes da heylove e elasocurtejackdaniels; não seja um filho da puta, crie vergonha nessa sua cara, e faça o favor de não copiar nada aqui. Obrigado rsrs














1 2 3 4 5 »